• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Novos casos elevam números de contaminados por covid-19 no ramo financeiro de RO

Novos casos elevam números de contaminados por covid-19 no ramo financeiro de Rondônia e Sindicato cobra mais transparência dos bancos

Publicado: 02 Julho, 2020 - 09h59

Escrito por: Assessoria SEEB-RO

notice

Levantamento concluído pelo Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO) nesta quarta-feira, 1º de julho, mostrou que 75 trabalhadores, entre bancários, cooperativários e terceirizados, testaram positivo para covid-19 em todo o Estado, exatamente 100 dias após o início do isolamento social. No último levantamento, do dia 19/6, eram 64 trabalhadores contaminados até aquele momento.

 

BANCO DO BRASIL

Mais três casos confirmados, sendo um na agência da avenida Calama, dois no Seret (Testouraria do Banco), em Porto Velho. 18 casos confirmados até o momento.

3 na agência Nações Unidas

2 no Escritório de Negócios

2 na agência Estilo

1 na agência Dutra

1 na agência Jatuarana

1 na agência Calama

2 no Seret

2 em Ariquemes

2 em Ouro Preto do Oeste

1 em São Miguel do Guaporé

1 em Alta Floresta

 

BANCO DA AMAZÔNIA

Mais três novos casos confirmados, o mais recente na segunda-feira, 29/6. Um funcionário já estava afastado das atividades e dois já estavam em home office, todos na capital. Em todos os casos o banco afastou e testou os funcionários que tiveram contato com os positivados, e os locais de trabalho passaram por processo de sanitização.  Os que trabalham no mesmo ambiente do caso de ontem já realizaram os testes na terça-feira, 30/06.

“Até o presente momento o Banco da Amazônia vem cumprindo com as medidas de prevenção recomendadas pela OMS, mais da metade dos seus funcionários na capital está em home office e as agências abertas somente com o atendimento essencial no Estado. Todos, até o momento, estão reagindo bem, e o caso mais grave que tivemos, que necessitou de internação, também se recuperou e já está em casa”, destacou Ricardo Vítor, diretor de Saúde do SEEB-RO e funcionário do Banco da Amazônia.

7 casos confirmados até o momento

1 no Jurídico

1 na agência Sete de Setembro

5 na Central de Crédito

 

SANTANDER

Mais três trabalhadores tiveram testes positivos para covid-19 no Santander em Rondônia, de segunda para terça-feira, dois na agência da avenida Sete de Setembro (sendo uma terceirizada) e uma bancária na agência da José de Alencar, ambas no Centro de Porto Velho.

De acordo com informações obtidas pelo SEEB-RO, as duas agências foram fechadas na terça-feira, 30/6, e assim permanecerão por 14 dias.

São cinco casos confirmados no Estado desde o início da pandemia.

2 na agência da avenida Sete de Setembro

3 na agência da avenida José de Alencar

 

ITAÚ

Apenas mais um caso novo confirmado, desde o dia 16/6, totalizando, em todo o Estado, três trabalhadores infectados, sendo dois em Porto Velho e um em Vilhena. Em todos os casos as agências passaram por sanitização e os funcionários foram afastados para monitoramento.

 

CAIXA

Mais um caso confirmado, dessa vez um terceirizado na agência de Rolim de Moura. Agora já são 24 casos confirmados desde o início da pandemia.

14 na agência Madeira-Mamoré, sendo 4 terceirizados

1 na Superintendência Regional

1 na agência do Porto Velho Shopping

1 na agência Jatuarana

2 terceirizados

1 na Justiça Federal

1 na agência Nações Unidas

1 zeladora na agência de Ariquemes

1 vigilantes na agência de Rolim de Moura

1 em Ji-Paraná

 

BRADESCO

São 9 casos confirmados até o momento.

1 na agência Urbana (rodoviária)

2 na agência Prudente de Morais

3 na agência Pinheiro Machado

1 em Jaru

2 em Itapuã do Oeste

 

COOPERATIVAS DE CRÉDITO

Continuam com 9 casos confirmados desde o início da pandemia.

5 na Central Sicoob

2 na CrediJur

1 no Sicoob Amazônia

1 na Credisul

 

TRANSPARÊNCIA DOS BANCOS

O Sindicato, em todos os casos, exige atuação imediata dos representantes dos bancos, tanto públicos quanto privados, e pede ainda que haja mais transparência por parte dos gestores no sentido de informar à entidade representativa dos trabalhadores.

“Estes 76 confirmados são os casos que chegaram ao Sindicato, mas há uma forte desconfiança de que esses números possam ser maiores, porque sabemos que os bancos não estão nos informando, não estão agindo com transparência. Por isso cobramos que os gestores informem todos os casos em que empregados testaram positivo para covid-19, dos empregados que estão sendo afastados e colocados em quarentena e também sobre a sanitização das agências, que muitas vezes é feita aos finais de semana e sem o conhecimento dos trabalhadores, que ficam sem saber porque aquelas unidades estão sendo desinfectadas, fato que só aumenta a sensação de incertezas e insegurança”, mencionou o presidente do SEEB-RO, José Pinheiro.

“Reforçamos, ainda, o pedido aos bancários para que denunciem os casos ao Sindicato, pois só através destas denúncias é que podemos cobrar providências aos gestores e representantes dos bancos, e denunciar aqueles que omitem informações e negligenciam a adoção das medidas protetivas”, concluiu o dirigente.