• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

NOTA DE REPÚDIO DA CUT-RO

A CUT-RO presta sua solidariedade à profissional brutalmente ofendida

Publicado: 21 Fevereiro, 2020 - 09h35 | Última modificação: 21 Fevereiro, 2020 - 09h42

Escrito por: CUT

notice

 

A Central Única dos Trabalhadores (CUT-RO) vem a público repudiar o presidente da República Jair Bolsonaro, que praticou mais um ataque aos profissionais de imprensa e às mulheres brasileiras, ao fazer um trocadilho chulo, infame e misógino contra a jornalista Patrícia Campos Mello da Folha de São Paulo e, por consequência, ofendeu todas as mulheres.

Inacreditável que Bolsonoro desrespeite, de forma tão aviltante, a instituição Presidência da República e, principalmente, as mulheres ao dizer publicamente que:

Ela queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim”, disse o tosco presidente aos risos na saída do Palácio da Alvorada, demonstrando toda sua bestialidade.

Ele age como louco irresponsável, apalermado e idiota que diariamente envergonha a nação brasileira, internamente e no mundo, tornando-se uma figura ridícula, sem credibilidade, um falastrão desbocado, que lamentavelmente ocupa o cargo de presidente da República.

Este duplo ataque, à imprensa e às mulheres, merece uma veemente repulsa de toda sociedade brasileira, independente de visão ideológico, religiosa ou política. Bolsonaro está esculhambando com o povo e o Brasil.

A CUT-RO presta sua solidariedade à profissional brutalmente ofendida, aos profissionais de imprensa e, em especial, às mulheres brasileiras que são alvo constante de violência, tanto verbal quanto física, resultante de uma cultura machista que tem no presidente da República o pior exemplo possível.

Porto Velho-RO, 19 de fevereiro de 2020.

A Direção.