• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Nota da CUT: Protesto contra o afrouxamento do isolamento social em Rondônia

Sintero alerta sobre o crescimento de casos da Covid-19 entre os trabalhadores em educação

Publicado: 15 Junho, 2020 - 18h34 | Última modificação: 15 Junho, 2020 - 18h57

Escrito por: Assessoria CUT

notice

A Central Única dos Trabalhadores e Trabalhadoras vem a público alertar a população de Rondônia sobre o risco que ocorre com a possibilidade de reabertura do comércio, e o fim do isolamento social. O isolamento social é condição fundamental para vencer a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e salvar a vida, principalmente, nesse momento em que o Governo de Rondônia declara lotação dos leitos do sistema de saúde pública e avisa que está próximo a um colapso. Portanto, é importante redobrarmos os cuidados e seguirmos as recomendações da Organização Mundial da Saúde.

 Defendemos a seguridade dos salários daqueles que estão em quarentena, a garantia do auxílio emergencial para os trabalhadores informais, e lutamos por melhores condições de trabalho para os trabalhadores dos setores essenciais. Com 11.865 casos confirmados e 324 mortes no Estado de Rondônia não podemos arriscar uma contaminação em massa ao abrir shopping e lojas. A saúde deve vir em primeiro lugar, primeiro salvamos vidas depois a economia.

 

Neste sentido, reafirmamos nosso compromisso com a defesa das vidas dos trabalhadores, trabalhadoras e de toda a população, ressaltamos a necessidade de prorrogação do decreto 25.113, que determinou o fechamento do comércio por 7 dias, cuja validade expirou no dia 14 de junho.

 

Fique em casa!

 

Fora Bolsonaro!

Direção da CUT Rondônia