• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT/RO se solidariza aos mais de 500 profissionais emergenciais que foram demitidos

CUT se solidariza aos mais de 500 profissionais emergenciais que foram inesperadamente demitidos

Publicado: 16 Setembro, 2021 - 12h54 | Última modificação: 16 Setembro, 2021 - 14h18

Escrito por: Assessoria CUT

notice

A Central Única dos Trabalhadores se solidariza aos mais de 500 trabalhadores emergenciais que foram repentinamente demitidos pela Secretaria Estadual de Saúde. Tal medido irá proporcionar aumento de carga de trabalhadores da saúde que ficam e expor a população ainda mais a riscos desnecessários que poderá o numero de mortes pela COVID 19.

É de conhecimento da população que as unidades de saúde há muito tempo sofrem com a falta de profissionais, a chegada da pandemia evidenciou ainda mais esta problemática. No entanto, a contratação de profissionais emergenciais amenizou o que poderia ser um colapso. Diante do exposto avaliamos ser precipitada as demissões, até mesmo por ocorrer sem aviso e tempo hábil para a reorganização das escalas das unidades de atendimento.

Ressaltamos que a pandemia não acabou! E cobramos respeito e valorização aos profissionais que atuaram bravamente na luta contra a COVID-19.